quarta-feira, 10 de maio de 2017

Corações atentos são desvalorizados: cuidado!


Dar atenção demais a alguém só te deixa invisível. Doar-se não é a melhor escolha. Pensar por horas antes de escrever uma mensagem que realmente transmita o que você quer falar, por mais que seja um “oi” com dois ou três is, não vai te ajudar. As pessoas nascem programadas para fazerem escolhas erradas e para magoarem-se mutuamente, talvez não seja uma regra, mas ainda não encontrei exceções. Ser bobo em um mundo de “espertos” é a sua pior escolha. Pensar em colher uma margarida ou até mesmo plantá-la em um vasinho meigo e sorridente para presentear um alguém, guardar trocados para comprar bombons para esse alguém, sonhar com as mãos dadas, as saídas, as festas, imaginar como seria acordar ao seu lado, só te destrói. Corações atentos são desvalorizados. É lindo e bonitinho no começo; você até que é notado e ganha alguma atenção, mas nada muito duradouro, nada que não possa ser trocado por um coração desatento e devasso recentemente descoberto. Iludir-se não vai te levar a lugar nenhum, só vai te envolver em sonhos e te banhar com a acetona do “final feliz”. Endurecer-se para os outros e amolecer-se para si mesmo, talvez, seja a melhor escolha. Esquecer-se dos devaneios e atentar-se ao desenvolvimento da vida é a melhor opção. Deus já fez a introdução e está cuidando da conclusão; apenas viva!

Postagens relacionadas

2 comentários:

Edimara Freire disse...

Belo texto,realmente não se damos conta e acabamos desvalorizando as pessoas, fazemos isso sem perceber sabia?, mas essa é uma realidade não tão legal.Esse texto veio para me fazer pensar, obrigado por mais uma bela história.

Dalvan Linhares disse...

Edimara Freire, muito obrigado!

Postar um comentário